Embaixadores

México 2020

Mensagem do Embaixador do México

Hermann Aschentrupp Toledo

O fortalecimento da relação política e económica bilateral, com o apoio dos mecanismos de consulta estabelecidos para esse fim, constitui o eixo central da minha missão à frente da Embaixada do México em Portugal e que tive a honra de iniciar, desde a minha chegada a Portugal no passado dia 8 de novembro. Isso facilitará o diálogo político e económico sobre questões de interesse comum para promover a colaboração bilateral a nível governamental e com o setor privado, a fim de expandir os fluxos bilaterais de comércio e investimento.

Da mesma forma, permitirá desenvolver a cooperação em novos campos e, ao mesmo tempo, aprofundar o intercâmbio académico, educacional e cultural. Celebro a importância que o acesso ao mercado mexicano teve para as exportações portuguesas nesta última década e parabenizo o Presidente da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Mexicana, Eng. Miguel Gomes da Costa, e o seu Conselho de Administração, pelo seu compromisso e contribuição para o fortalecimento do intercâmbio comercial, que passou de US Dls 330,6 milhões em 2009 para US Dls 853,3 milhões em 2018 (US Dls 679,4 milhões, janeiro-novembro de 2019). Da mesma forma, convido-os a aproveitar as oportunidades que o Acordo Global com a UE oferecerá, o qual foi atualizado para se adaptar às novas realidades, após a sua próxima assinatura e entrada em vigor. Isto permitirá um melhor acesso ao mercado para ambas as partes. Da mesma forma, favorecerá investimentos recíprocos num ambiente de maior segurança em matérias que não estavam incluídas antes da modernização do Acordo, por exemplo, comércio eletrónico, empresas estatais, meio ambiente, energia, telecomunicações, aperfeiçoamento regulatório e anticorrupção, entre outros campos, o que gera um vasto leque de oportunidades para as empresas
portuguesas.

Em matéria laboral, o novo Acordo contém regras que protegem os direitos dos trabalhadores de ambos os lados.
A presença de empresas lusas no México é muito apreciada e ganhou grande visibilidade pela transferência de tecnologia e know-how. O investimento de Portugal tem sido muito importante no campo das infraestruturas e energias renováveis. Os projetos nessas áreas no nosso país abrem novas oportunidades de investimento. Somente no Plano Nacional de Infraestrutura 2020-2024, são contemplados 147 projetos por US Dls 43 milhões. Por outro lado, não podemos perder de vista o fato do México ser a porta de entrada para os Estados Unidos, o que impulsiona setores como o automóvel, aeroespacial, turismo, engenharia e construção, entre muitos outros. Lembro que o novo Tratado México, Estados Unidos, Canadá (T-MEC) está muito próximo de entrar em vigor, o que representa outro ativo importante.

Trabalhemos para que os números do comércio e do investimento bilaterais correspondam ao potencial dos mercados do México e de Portugal. Reafirmo o meu compromisso e o da Embaixada em continuar a apoiar a tão honrosa Câmara de Comércio e Indústria Luso-Mexicana na organização de atividades de promoção empresarial que beneficiem o desenvolvimento económico dos nossos países. As portas da embaixada estarão sempre abertas.
Lisboa, a 06 de abril de 2020.

México 2017

Mensagem do Embaixador do México em Portugal aos empresários portugueses

Alfredo Pérez Bravo, Embaixador do México em Portugal

As últimas semanas têm sido de grande estridência mediática sobre os problemas que enfretará o comércio entre o México e os Estados Unidos. Com o passar dos dias temos observado cuidadosamente, que não há alterações e que se algo muda será no sentido de equilibrar e modernizar o gigantesco intercâmbio do mercado norte americano.

O México é hoje uma das maiores economias do mundo e o enlace económico com os Estados Unidos é de tal magnitude que qualquer mudança nesta relação, favorece ou prejudica ambas as nações. É interessante, e sem dúvida encorajador, observar que os investimentos estrangeiros continuam a eleger o México como um dos seus mercados favoritos; que o comércio entre as duas nações do norte da América, mantém a sua vitalidade e dimensão: apenas no evento "Super Bowl 2017" foram exportadas 100 mil toneladas de abacate mexicano; sem mencionar que as exportações, para a União americana de automóveis, televisões, equipamentos electrónicos e outros produtos fabricados no México, não têm diminuído.

Os investimentos portugueses no México têm crescido de modo significativo, com elevados retornos para Portugal, não devendo alterar-se. Por outro lado, as mudanças no cenário mundial aconselham o México a procurar uma maior diversificação das suas relações económicas, e nessa estratégia, Portugal, os seus empresários e os seus produtos, destacam-se como novos sócios estratégicos. Convido os empresários portugueses a manter a sua confiança no México, e a crescer em conjunto com os seus parceiros mexicanos, de tal modo que a forte relação luso-mexicana seja um instrumento real de crescimento e desenvolvimento para as nossas duas nações.

Alfredo Pérez Bravo, Embaixador do México em Portugal

México 2016

Mensagem do Embaixador do México em Portugal

Alfredo Pérez Bravo, Embaixador do México em Portugal

Alfredo Pérez Bravo, Embaixador do México em Portugal

Nos últimos anos tem-se vindo a registar uma crescente atividade de empresas portuguesas no México, as quais encontraram no mercado mexicano condições propícias para desenvolver os seus projetos de negócios.

Ficamos muito satisfeitos ao ver empresas de Portugal que se têm estabelecido no México incorporarem-se com êxito nas cadeias produtivas de setores como o automóvel ou o aeroespacial, nos quais as empresas lusas têm demonstrado possuir uma alta competitividade como fornecedoras de componentes especializados.

Também com altos standards de qualidade, é de destacar a presença de empresas portuguesas nos setores de construção e gestão de infraestrutura, tecnologias aplicadas à educação e geração de energia limpa e renovável, para mencionar algumas áreas estratégicas.

Desde a sua fundação em 2004, a Câmara de Comércio e Industria Luso-Mexicana (CCILM) tem desempanhado um papel central como entidade promotora dos contactos empresariais entre o México e Portugal. O esforço contínuo e entusiasta dos seus diretivos e dos seus membros associados tem sido, sem dúvida, um dos fatores que tem contribuido para a crescente interação económica entre os nossos dois países.

Convido todos os sectores empresariais interessados em incorporar-se nos processos de intercambios económicos e comerciais entre México e Portugal, a dirigirem-se à CCILM, entidade que reúne a experiência e o conhecimento idóneos para assessorar e acompanhar as iniciativas de negócios binacionais.

Gostaria de enfatizar também que, ao eleger o México como sócio comercial ou destino de investimento, o empresário portguês acede às enormes oportunidades que oferece um mercado com alto grau de abertura comercial, com uma ampla rede de acordos de livre comércio, apoiados por uma economia sólida e estável, com um enquadramento jurídico que garante trasnparência, confiança e certeza ao investidor.

Faço votos para que continue o crescimento sustentado das relações económicas e comerciais entre o México e Portugal, e de que de igual forma empresas e investimento mexicano ingressem neste grande país que é Portugal.

Portugal 2016

Mensagem para a Câmara de Comércio e Indústria Luso-Mexicana

Fez agora um ano que tive o meu primeiro contacto com a realidade das relações económicas luso-mexicanas. Num almoço gentilmente oferecido pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Mexicana, pouco antes de eu partir para o México para assumir estas minhas novas funções.

Este é de facto um ambiente impar que os nossos dois países estão a viver. Com relações diplomáticas há mais de 150 anos, este país nunca esteve, todavia, no radar das nossas empresas. Hoje está no radar de todas. É que não há sector económico portguês que não nos bata quase diariamente à porta para obter informações sobre este mercado. Muitas empresas estão já cá estabelecidas, cerca de uma centena, e muitas já tive oportunidade de visitar. Todas elas sentem que o México foi uma aposta bem-sucedida.

A CCILM tem tido aqui um papel crucial, promovendo missões empresariais bem definidas e com impacto nas relações económicas. Já pude oferecer uma recepção aos integrantes de uma missão de plataformas educativas; há dois meses acompanhei uma missão em Querétaro, no âmbito de uma feira aeroespacial: e na próxima semana vou estar em Guanajuato e León para uma missão do sector automotriz.

Mantemos assim um contacto regular com a Câmara, tendo aliás organizado um almoço com a CCILM e a sua contraparte mexicana, para se coordenarem e melhor planearem as suas actividades. Que envolvem também a captação de investimento mexicanno para Portgual, fenómeno também relativamente recente.

Sei bem que este caminho não se contrói sozinho. A CCILM é um grande forte aliado, responsável por muito do sucesso empresarial português em terras mexicanas. É meu profundo desejo que este nosso trajecto comum se desenvolva e enriqueça cada vez mais.

Jorge Roza de Oliveira
Embaixador de Portugal no México
30 de Novembro de 2016

Mensage para la Cámara de Comércio e Industria Luso-Mexicana

Hoy hace un ano que tuve mi primer contacto con la realidad de las relaciones económicas luso-mexicanas. En un almuerzo gentilmente ofrecido por la cámara de comercio e industria luso-mexicana, poco antes de partir hacia México para asumir estas mis nuevas funciones.

Este es de hecho un ambiente impar que nuestros dos países están viviendo. Con relaciones diplomáticas hace más de 150 años, este país nunca estuve, hasta ahora, en el radar de nuestras empresas. Hoy está en el radar de todas. Es que no hay sector económico portugués que no nos toque casi diariamente a la puerta para obtener informaciones sobre este mercado. Muchas empresas están ya aquí establecidas, cerca de un ciento, y a muchas ya tuve la oportunidad de visitar. Todas ellas sienten que México fue una apuesta bien hecha.

La CCILM ha tenido aquí un papel crucial, promoviendo misiones empresariales bien definidas y con impacto en las relaciones económicas. Ya ofrecí una recepción a los integrantes de una misión en Querétaro, en el ámbito de una feria aeroespacial: y la próxima semana voy a estar en Guanajuato y León para una misión del sector automotriz.

Mantenemos así un contacto regular con la Cámara, habiendo, además, organizado un almuerzo con la CCILM y su contraparte mexicana, para que se coordinaran entre sí y planeen mejor sus actividades. Que envuelven también, a captación de inversión mexicana hacia Portugal, fenómeno también relativamente reciente.

Sé bien que este camino no se construyó solito. La CCILM es grande y fuerte aliado, responsable de mucho del éxito empresarial portugués en tierras mexicanas. Es mi profundo deseo que este nuestro camino en común se desarrolle y enriquezca cada vez más.

Jorge Roza de Oliveira
Embajador de Portugal en México
30 de Noviembre de 2016

Scroll to Top